4 sites de buscas que não deixam pistas na rede e protegem sua privacidade

Cerca de 2,3 milhões de buscas são feitas no Google a cada segundo. Mas poucos usuários sabem que podem usar os buscadores de forma "incógnita" ou "privada", para evitar, por exemplo, que empresas utilizem seus dados para fazer publicidade direcionada ou qualquer outra finalidade que eles não autorizaram.

Uma pesquisa realizada em 2012 por Elie Bursztei, chefe da equipe de investigação antiabusos do Google, descobriu na época que quase a metade das pessoas não conhecia esta função do site.

Leia também: Fim do SUS? A ameaça de corte no gasto obrigatório com saúde

Segundo especialistas, essa é a única forma que não deixa registros da busca ou da página que a pessoa visitou.

Mas e quanto à informação que você compartilha automaticamente com um site quando clica nele (como o seu endereço IP, por exemplo)? E o rastro que pode ser traçado através dos servidores do seu provedor de internet?

Estas opções prometem resolver esse problema:

DuckDuckGo

É o mais conhecido entre os buscadores privados e tem boa reputação entre os meios especializados.

O DuckDuckGo promete que não coleta nem armazena nenhum tipo de informação sobre o usuário em seus servidores.

E também faz um esforço para evitar que dados fiquem nas mãos dos sites quando você entra neles.

"Quando você clica em nosso site, redirecionamos o pedido de forma que não envie seus termos de busca a outros sites da web. Estes sites saberão que você os visitou, mas não quais os termos de busca você usou para chegar até ali", explica o site.

Leia também: Temperaturas globais bateram recorde em abril, mostra mapa da Nasa

"Nossa versão criptografada vai além e muda os links automaticamente em vários sites para levar a versões encriptadas destes sites (...). Isto inclui Wikipedia, Facebook, Twitter e Amazon, entre outros."

Ixquick

Ixquick aproveita a funcionalidade de motores de busca como o Google ou Yahoo e promete privacidade.

É um tipo de intermediário que coleta os resultados desses sites de forma que o usuário permaneça "anônimo".

E nesse processo o Ixquick não guarda os endereços IP dos usuários.

Leia também: Respostas 'duras' de Serra a críticas de países vizinhos dividem Itamaraty

Em sua página, explica o seguinte: "A única solução real (para preservar a privacidade) é apagar rapidamente seus dados ou não armazená-los".

Metager

O Metager é o resultado de um convênio entre a ONG alemã Associação para o Acesso Livre do Conhecimento e a Universidade de Hanover.

E isso dá ao site pontos a mais em termos de credibilidade entre os usuários especializados, que consideram sua criptografia a mais forte entre os buscadores privados.

O princípio é parecido ao do Ixquick: é um intermediário entre outros motores de busca, usando uma conexão criptografada.

Yippy

Este buscador foi criado para oferecer buscas seguras para crianças e adolescentes, evitando resultados que incluam "conteúdo adulto" (como pornografia e sites de apostas, por exemplo).

"Pelo fato de tomarmos medidas importantes para dar a nossos usuários o ambiente mais seguro possível, não é necessário fazer registro de nada", diz o site.

Mas esta premissa vale apenas para os Estados Unidos.

Leia também: Empresa americana recebe autorização para tentar reanimar cérebro de pacientes mortos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos