Cientistas usam drones para capturar imagens raras de baleias-da-groenlândia

Usando drones, cientistas canadenses fizeram registros raros de baleias-da-groenlândia nadando pelas águas gélidas do Ártico.

O animal, que vive em média 200 anos, é o mamífero mais longevo do qual se tem ciência. 

Reprodução/ BBC

Embora seja enorme, com 15 metros de comprimento, e robusta, a espécie não é facilmente vista, já que costuma nadar para debaixo do gelo quando se sente ameaçada.

Por causa de sua longevidade, estudiosos acreditam que essas baleias podem nos ajudar a compreender e atrasar os efeitos da velhice.

Os cientistas esperam usar essas imagens para descobrir algumas dessas respostas. 

Reprodução/ BBC
 
Reprodução/ BBC

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos