A nova função do WhatsApp que permite que seus contatos saibam em tempo real onde você está

Você está à espera de uma pessoa que repete a cada cinco minutos: "estou chegando". E, depois de meia hora, começa a questionar a história de que o trânsito está complicado ou da emergência no meio do caminho.

Os atrasados poderão finalmente confirmar o álibi com a nova função do WhatsApp que permite ver, em tempo real, o trajeto e os movimentos de contatos sobre o mapa.

Além de útil na situação anedótica - ainda que muito frequente - da espera, a novidade também vai permitir que os usuários se sintam mais seguros, por exemplo, quando estão voltando para casa à noite e querem compartilhar a localização para que um amigo ou familiar acompanhe à distância o trajeto.

A localização não será compartilhada de forma aberta com toda a lista de contatos.

"A função está protegida por criptografia de ponta e ponta e permite que o usuário controle quem pode acompanhar e por quanto tempo", destacou o aplicativo em comunicado sobre a privacidade dos usuários.

Em fase de testes, a opção de "compartilhar localização atual", que a companhia anunciou na quarta-feira, estará disponível nas próximas semanas tanto para os sistemas Android quanto para iOS.

Como funciona?

O WhatsApp já permite o compartilhamento de localização no mapa, mas sem a atualização da posição durante o deslocamento.

Ele pode ser acionado a partir de uma conversa particular ou em grupo, no ícone do clipe, no caso do sistema Android, ou no de seta, nos aparelhos de iPhone.

A nova função pode ser acessada da mesma forma. Em vez do clicar em "Compartilhar localização", contudo, o usuário deverá optar por "Compartilhar localização atual" e selecionar um intervalo de tempo - que pode ser encerrado antes.

No caso das conversas em grupo, todos os participantes poderão acompanhar o deslocamento em tempo real. Se mais de um fizer o compartilhamento, eles aparecerão simultaneamente no mesmo mapa.

Lançado em 2009, o WhatsApp tem cerca de um bilhão de usuários no mundo. Pouco mais de 10% desse total, 120 milhões, estão no Brasil.

Funções semelhantes estão disponíveis em outros aplicativos de trocas de mensagens, como Telegram, que fez seu anúncio na semana passada.

Também é possível informar a localização por meio do Google Maps e do Facebook Messenger.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos