Ônibus espacial levará laboratório à ISS em dezembro

Da Efe
Em Frankfurt

O laboratório espacial Columbus será levado à ISS (Estação Espacial Internacional) no dia 6 de dezembro. Ele estará a bordo do ônibus espacial Atlantis, que decolará da Flórida (sudeste dos EUA).

A empresa européia EADS (European Aeronautic Defence and Space Company) executará, a partir de agora e até o lançamento, os últimos testes e colocará no Columbus os dispositivos necessários para suas experiências, informou ontem (12) a companhia em entrevista coletiva em Bremen (norte da Alemanha).

O Columbus tem custo de 880 milhões de euros (US$ 1,223 milhão) e é a maior contribuição da Europa à ISS. Ele já passou em todos os testes de pressão em uma câmara a vácuo, informou a EADS.

O laboratório, com forma cilíndrica e dimensões de 6,7 metros de comprimento por 4,5 metros de largura, permitirá que até três astronautas possam trabalhar nele ao mesmo tempo, informa a ESA (Agência Espacial Européia).

No momento do lançamento, que foi atrasado em relação aos planos iniciais da ESA, o Columbus terá um peso de 12.800 quilos, incluída a carga útil.

Dois dias após sua partida, o Columbus será acoplado à ISS, a cerca de 400 quilômetros de distância da Terra.

O astronauta alemão Hans Schlegel e o francês Leopold Eyhartss serão os responsáveis por levar o Columbus até a ISS.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos