Mongólia abrirá sua primeira base de pesquisa na Antártida

Pequim, 14 jan (EFE).- A Mongólia abrirá sua primeira base de pesquisa na Antártida na ilha de Livingston, anunciou nesta quinta-feira a agência oficial de notícias do país, a "Montsame".

Para o estabelecimento da base, a Associação de Água da Mongólia, responsável pelos preparativos, solicitará ao governo um investimento inicial de US$ 250 mil.

O estabelecimento da base é fruto da união da Mongólia ao Tratado Antártico, que se materializou no ano passado, embora pesquisadores do país já tenham participado de expedições científicas ao continente gelado desde os anos 70.

A ilha Livingston, no extremo norte da península Antártica, foi uma das primeiras descobertas por exploradores europeus, há quase 200 anos, e atualmente operam nela a base de pesquisa espanhola Juan Carlos I e a búlgara St. Kliment Ohridski.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos