Parte de prédio desaba em Roma

Roma, 22 jan (EFE).- Os últimos três andares de um edifício no centro de Roma desabaram no começo da manhã desta sexta-feira, sem causar vítimas, pois já tinha sido evacuado depois de perceberem a formação de fendas e rachaduras.

A região, situada no bairro Flaminio, teve o trânsito bloqueado devido aos vários escombros, inclusive na parte do Lungotevere, a estrada paralela ao rio Tiber e uma das principais vias da capital, o que está provocando grandes engarrafamentos.

Os bombeiros explicaram que durante a noite retiraram as dez famílias que vivem no edifício depois de uma vizinha advertir sobre fortes ruídos e do surgimento de fendas nas paredes.

Enquanto a área era isolada, no começo da manhã, aconteceu o desabamento.

Os veículos de comunicação italianos falam de uma tragédia evitada, já que o edifício abriga um dos teatros mais importantes de Roma, o Olímpico, e uma grande cafeteria.

A queda dos escombros provocou danos em vários veículos que estavam estacionados ali.

Agora especialistas avaliam as possíveis causas da queda e a primeira hipótese é danos à estrutura causado por obras que estavam sendo feitas em um dos andares que caíram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos