Ingestão moderada de mariscos desacelera o Alzheimer, segundo estudo

Washington, 2 fev (EFE).- A ingestão moderada de mariscos desacelera o avanço do Alzheimer, segundo um estudo de cientistas do Rush University Medical Center de Chicago (Estados Unidos).

A desaceleração do Alzheimer foi associada com o consumo de mariscos apesar de estes terem sido relacionado com a presença de maiores níveis de mercúrio no cérebro, que não parecem determinar uma maior incidência da doença, segundo o estudo publicado nesta terça-feira pelo "Journal of the American Medical Association" (Jama).

O vínculo entre os mariscos e o mercúrio já estava estabelecido, mas a novidade é como essa presença de mercúrio no cérebro afeta às doenças neurodegenerativas.

Nas pessoas que comeram pelo menos uma porção de mariscos por semana foi constatado menor grau de desenvolvimento, menor definição e menor extensão da doença no cérebro.

O estudo foi realizado através da autópsia do cérebro de 286 participantes que tinham informado seus hábitos alimentícios antes de morrer e que viveram até os 90 anos em média.

"Pelo que nos consta, este é o primeiro estudo sobre a relação entre a concentração cerebral de mercúrio e neuropatologias cerebrais ou dietas", declarou Martha Clare Morris, que liderou a pesquisa.

"Os pacientes e suas famílias devem sentir-se esperançosos pelo fato de intervenções como o consumo de marisco lhes ajudarem a reduzir as manifestações clínicas da doença do Alzheimer e da demência", afirmaram, por sua vez, os médicos Edeltraut Kroger e Robert Laforce Jr., da Universidade de Laval, no Québec (Canadá).

Apesar das esperanças geradas por estas novas evidências, os autores advertiram que a amostra estudada foram adultos de raça branca, razão pela qual para extrapolar os benefícios a todos os pacientes deverão ser realizadas pesquisas em maior escala.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos