Brasil inicia reconstrução de base na Antártida com ato simbólico no Chile

Santiago do Chile, 29 fev (EFE).- O ministro da Defesa, Aldo Rebelo, e seu homólogo do Chile, José Antonio Gómez, colocaram nesta segunda-feira a primeira pedra "simbólica" da nova base brasileira na Antártida, que será reconstruída após um incêndio sofrido em 2012, informaram fontes oficiais.

Na cidade de Punta Arenas, no extremo sul do Chile, foi realizada hoje a cerimônia que dará início aos trabalhos de reconstrução da estação Comandante Ferraz, localizada na baía do Almirantado, na ilha Rei George.

"Com o Brasil temos uma história muito antiga de colaboração e este é um importante investimento para o desenvolvimento tecnológico da ciência", afirmou Gómez.

O ministro chileno acrescentou que "implementar infraestrutura na Antártida é muito relevante no âmbito internacional e também para o Chile. Nós também estamos nesse esforço".

Por sua parte, Rebelou agradeceu o apoio do governo chileno e disse que este novo projeto é "moderno, arquitetônico e adaptado a todas as exigências para cumprir sua missão de pesquisas em várias disciplinas da ciência".

A antiga base do Brasil na Antártida, que foi construída em 1984, foi totalmente destruída após uma explosão na sala de máquinas em 25 de fevereiro de 2012, causando a morte de duas pessoas das 59 que se encontravam no local.

A cerimônia de hoje foi realizada nas dependências do Instituto Antártico Chileno (Inach), já que não foi possível fazer a viagem ao continente branco por "razões climáticas", segundo esclareceu o Ministério da Defesa chileno através de um comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos