Tempestade tropical "Danielle" toca terra na costa leste mexicana

Miami, 20 jun (EFE).- A tempestade tropical "Danielle", a quarta da atual temporada de furacões no Atlântico, tocou terra nesta segunda-feira na costa leste do México com ventos máximos de 65 km/ h, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

O NHC, com sede em Miami, afirmou em seu boletim mais recente que "Danielle" se encontra 15 quilômetros ao norte da cidade de Tuxpan.

O governo do México mantém um aviso de tempestade tropical de Laguna Verde até Rio Panuco.

A tempestade tropical se desloca lentamente em direção oeste, com uma velocidade de translação de 13 km/h e a expectativa é que este padrão de trajetória se mantenha ao longo desta noite, acrescentou o NHC.

A maior preocupação para os especialistas do NHC é a intensa chuva que o fenômeno meteorológico começa a provocar e que afetará Veracruz, Tamaulipas, San Luis Potosí, Querétaro, Hidalgo e o norte de Puebla, onde podem ocorrer inundações e deslizamentos de terra.

Por sua parte, a Coordenação Nacional de Defesa Civil do México elevou seu alerta de laranja para vermelho, que indica perigo máximo, para o norte e o centro de Veracruz, e recomendou à população que se afaste de janelas para evitar lesões caso estas se quebrem e permaneça em casa ou em refúgios temporários até que as autoridades confirmem que passou o perigo.

Em alerta laranja, que implica perigo alto, está o sul de Tamaulipas, o oriente de San Luis Potosí e o norte de Hidalgo e de Puebla, com as recomendações de evacuar zonas de risco e comparecer a refúgios temporários no caso de não ter casas seguras.

Por sua vez, o centro de San Luiw Potosí, o centro de Tamaulipas, Querétaro, Tlaxcala e o resto de Hidalgo e de Puebla estão em alerta amarelo, com nível de perigo moderado, e as recomendações de identificar os refúgios temporários e armazenar alimentos e água.

Até o momento se formaram quatro tempestades tropicais na bacia atlântica: "Alex" (que se transformou em furacão), "Bonnie", "Colin" e a atual, "Danielle", sendo que as duas primeiras se formaram antes do começo oficial da atual temporada de furacões.

A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera (NOAA) afirmou no início deste mês que prevê para este ano a formação de 10 a 16 tempestades tropicais, das quais entre quatro e oito se tornariam furacões.

Além disso, o organismo detalhou que entre um e quatro dos furacões previstos para 2016 serão de categoria maior na escala de intensidade de Saffir-Simpson, de um máximo de cinco níveis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos