Sonda Rosetta completará sua missão em setembro

Paris, 30 jun (EFE).- A sonda Rosetta completará sua missão no próximo dia 30 de setembro com uma descida controlada sobre a superfície do cometa 67P, anunciou nesta quinta-feira a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês).

Segundo o comunicado da ESA, à medida que se aproxima da órbita de Júpiter, a energia solar que alimenta a sonda e seus instrumentos é cada vez menor, da mesma forma que a largura de banda utilizada para a transmissão de dados científicos.

A ESA destacou que se a isso for somado o envelhecimento da nave e da carga útil, "que suportaram um ambiente muito adverso durante mais de 12 anos", dois deles perto de um cometa com grande quantidade de pó, seria "lógico" que sua vida útil estaria chegando ao final.

A agência lembrou que em 2011 a Rosetta entrou em um período de hibernação de 31 meses durante o trecho mais distante de seu trajeto, mas destacou que desta vez carece de energia para garantir que seus aquecedores sejam capazes de conseguir uma temperatura suficiente para sua sobrevivência.

Em vez de se arriscar em uma hibernação muito mais prolongada, da qual seria pouco provável que saísse, a equipe científica decidiu que chegou o momento que siga o módulo Philae em seu caminho rumo ao cometa.

A comunicação cessará quando a sonda pousar na superfície do cometa, mas nas últimas horas de descida, segundo a ESA, será possível "realizar várias medições únicas, incluindo imagens de altíssima resolução, que aumentarão o retorno científico da missão com dados de grande valor".

A mudança de sua trajetória começará em agosto, e os cientistas, que ainda não decidiram a área do cometa na qual a Rosetta descerá, reconhecem que esta fase final é complexa e arriscada.

O responsável da missão, Patrick Martin, admite que pode haver imprevistos.

"Embora estejamos fazendo todo o possível para garantir a segurança da Rosetta até esse momento, estes quase dois anos de experiência com o cometa nos demonstraram que as coisas não têm como sair segundo o planejado", disse no comunicado.

A missão Rosetta, a primeira projetada para orbitar e aterrissar sobre um cometa, foi iniciada há mais de uma década para estudar pela primeira vez 'in loco' esses astros considerados como cápsulas do tempo das origens do sistema solar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos