Foguete explode nas instalações da Space X na Flórida (EUA)

(Atualiza com detalhes da explosão).

Miami, 1 set (EFE).- Um foguete da empresa aeroespacial Space X explodiu nesta quinta-feira durante uma simulação de decolagem realizada em Cabo Canaveral (Flórida, Estados Unidos), nas instalações que a companhia tem próximas à estação espacial Kennedy, da Nasa.

A Space X explicou em comunicado que aconteceu uma "anomalia" na plataforma de decolagem que provocou a "perda do foguete e sua carga".

"Por procedimento padrão, na plataforma de decolagem não havia funcionários e não houve feridos", indicou a empresa.

A Space X detalhou que às 9h07 (horário local, 10h07 de Brasília), enquanto se realizava o "habitual teste estático de decolagem", aconteceu uma anomalia na "parte superior do tanque de oxigênio" enquanto o foguete era abastecido.

"Continuamos revisando os dados para identificar a causa e informaremos quando houver novidades disponíveis", acrescentou a empresa em sua conta oficial no Twitter.

O executivo-chefe e fundador da SpaceX, Elon Musk (também proprietário da empresa de autos elétricos Tesla), utilizou a mesma rede social para destacar que a causa da explosão é ainda "desconhecida", mas assegurou que darão mais detalhes "em breve".

As explosões foram ouvidas a vários quilômetros de distância e deixaram uma coluna de fumaça que se podia ver de uma longa distância.

O Departamento de Emergências do condado de Brevard, onde se encontra Cabo Canaveral, informou que estas explosões "não representam uma ameaça para a população".

Às 10h20 (11h20 de Brasília), o incêndio estava próximo de ser extinto, embora ainda houvesse muita fumaça na região.

Na plataforma de decolagem se encontrava um foguete Falcon 9, que deveria botar em órbita no próximo dia 3 de setembro o satélite de comunicações Amos 6 para a empresa israelense Spacecom.

O satélite proporcionaria serviços de comunicações em uma área que cobriria desde a costa dos EUA até Europa, África e Oriente Médio, assim como reforçaria as necessidades de comunicações do governo israelense.

Amos 6 seria, além disso, o primeiro satélite usado pelo Facebook e faria parte de sua campanha para levar, do espaço, internet a áreas remotas.

Esta não é a primeira vez que este tipo de foguete sofre uma explosão, depois da registrada em junho de 2015 pouco após sua decolagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos