Santos afirma que furacão "Matthew" não afetará realização do referendo

Bogotá, 1 out (EFE).- O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, afirmou neste sábado que o furacão "Matthew" não afetará a votação deste domingo para referendar o acordo de paz assinado pelo governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

"Acredito que não vai afetar as eleições amanhã", disse o chefe de Estado no ato de instalação da Missão de Observação Eleitoral, da qual fazem parte ex-presidentes latino-americanos e vencedores do Prêmio Nobel de Paz, entre outros.

Neste domingo, 34.899.945 colombianos estão convocados a votar no referendo em que se submeterá à consulta popular o acordo de paz assinado na segunda-feira passada em Cartagena por Santos e o líder das Farc, Rodrigo Londoño.

Santos explicou que, segundo o mais recente relatório da União Nacional para a Gestão do Risco de Desastres (UNGRD), a passagem do furacão "Matthew" não causou "nenhum tipo de dano importante que lamentar".

O presidente também detalhou que o furacão já está se afastando de La Guajira, o departamento mais ao norte Colômbia, e que inclusive as autoridades locais baixaram de vermelho para laranja o alerta na região.

Além disso, acrescentou que as chuvas geradas pela passagem do furacão permitiram que se enchessem os "lagos", fundações usadas como caixas d'água na região, onde há anos não chovia.

"De modo que as notícias sobre o furacão são todas boas felizmente", concluiu Santos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos