Haiti mantém alerta vermelho e continua evacuação de áreas de risco

Porto Príncipe, 2 out (EFE).- As autoridades do Haiti continuam evacuando as regiões do sul do país, área que corre maior risco de sofrer consequências pela proximidade do furacão "Matthew", que se situa 545 quilômetros ao sul-sudoeste da capital Porto Príncipe, que está em alerta vermelho desde sábado à noite.

O presidente haitiano, Jocelerme Privert, falou hoje sobre os trabalhos desenvolvidos pelos organismos de proteção civil e anunciou o fechamento das escolas nesta segunda-feira.

"O furacão afetará todo o país. Peço a todos que respeitem as ordens das autoridades. Este furacão chegará nas próximas horas e temos que estar atentos, hoje cada um tem que fazer seu papel. Todo os ministérios estão se mobilizando para responder a qualquer urgência", disse o presidente em entrevista coletiva.

Por sua parte, o ministro do Interior, Yanick Joseph, destacou que o governo conta com mil centros distribuídos por todo o território nacional com capacidade para receber um total de 300.000 pessoas em caso de necessidade.

Além disso, vários grupos do setor privado puseram à disposição do governo materiais em caso de emergência

A apenas uma semana da realização de eleições no país, o governo teme as consequências que "Matthew" possa ter sobre o normal desenvolvimento do processo eleitoral em algumas áreas.

"Matthew", o quinto furacão da atual temporada ciclônica no Atlântico, mantém ventos máximos constantes de 240 quilômetros por horas e se desloca lentamente, a 7 km/h, segundo o último boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos