China lança ao espaço seu maior foguete propulsor

Pequim, 3 nov (EFE).- A China lançou nesta quinta-feira ao espaço seu novo foguete propulsor, o Longa Marcha CZ-5, o de maior tamanho até o momento e que fará parte da família de lançadores espaciais mais potentes já fabricados pelo país asiático.

O novo foguete decolou às 20h43 locais (10h43 de Brasília) do centro de lançamento espacial de Wenchang, na ilha de Hainan, no sul do país, publicou hoje a agência oficial "Xinhua".

O CZ-5, com o qual Pequim acredita que poderá realizar futuras missões mais ambiciosas no espaço que as já empreendidas até agora, sofreu vários atrasos em seu desenvolvimento devido a muitos problemas tecnológicos e de engenharia, conforme destacou o jornal "South China Morning Post".

Os Longa Marcha, foguetes propulsores convencionais chineses, foram utilizados pelo país asiático para levar ao espaço missões tripuladas e de exploração lunar, entre outras.

Um foguete Longa Marcha-2F foi o responsável por impulsionar ao espaço no dia 17 de outubro a nave Shenzhou-11 com dois astronautas a bordo, com o objetivo de acoplá-la ao laboratório Tiangong-2 para uma missão de 33 dias.

O lançamento de hoje faz parte dos preparativos da China para estabelecer uma estação permanente ao redor da Terra por volta de 2022.

O CZ-5 é o último integrante da família de foguetes Longa Marcha, cujo primeiro exemplar foi lançado ao espaço em 1970.

Além disso, o programa chinês lançará ao espaço em dezembro um novo modelo de foguete propulsor, o Kuaizhou-1, que será mais barato e de instalação mais rápida que os atuais, informou um porta-voz da companhia encarregada do projeto na Feira Internacional da Aviação de Zhuhai, no sul do país.

Ao contrário dos Longa Marcha, o Kuaizhou-1 poderá ser lançado ao espaço de plataformas móveis e necessita de um tempo menor de preparação.

Com a exploração espacial transformada em prioridade nacional, este ano o país asiático acumulará um número recorde de 20 missões espaciais, dentro de um programa que o governo chinês afirma ter fins exclusivamente civis, diante das suspeitas de países como os EUA de que o mesmo tenha objetivos militares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos