Nevasca e onda de frio causam cerca de 200 acidentes de trânsito na Holanda

Bruxelas, 7 jan (EFE).- As baixas temperaturas e tempestades de neve que atingem a Holanda provocaram cerca de 200 acidentes de trânsito no país, onde não se pode dirigir a mais de 50 km/h em alguns trechos de estrada, informou neste sábado a emissora pública "NOS".

No começo da manhã, o serviço holandês de tráfego notifocou cerca de 200 acidentes por causa da mistura entre chuva, neve e gelo, com alguns feridos em colisões.

As estradas estavam especialmente escorregadias no princípio da noite de sexta-feira na parte mais ocidental do país, um problema que se estendeu às regiões de Utrecht, Holanda do Norte, Frísia e Flevolândia na medida em que a madrugada avançava.

Os caminhões são obrigados a reduzir sua velocidade, o que está desacelerando o tráfego, segundo a "NOS", que lembrou que as autoridades pediram aos motoristas que não utilizem as estradas a menos que seja necessário.

O serviço holandês de meteorologia ativou o código laranja pelas condições do tempo, já que grande parte do país está sob neve e gelo. As temperaturas oscilam entre -2 e 3 graus centígrados.

A previsão é que o frio e as nevascas se mantenham durante o resto do dia.

Para combater o gelo, as autoridades estão colocando desde a noite de ontem mais de 5 milhões de quilos de sal nas estradas, nas quais trabalham cerca de 550 máquinas para remover neve.

O trânsito ferroivário também foi afetado na Holanda, com dificuldades para a circulação dos comboios por vias congeladas, como é o caso dos trechos entre Vlissingen e Roosendaal, Hoorn e Enkhuizen, e entre Amersfoort e Barneveld.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos