Índia lança para espaço número recorde de 104 satélites em um único foguete

Nova Délhi, 15 fev (EFE).- A Índia lançou nesta quarta-feira com sucesso para o espaço em um único foguete o número recorde de 104 satélites de sete nacionalidades diferentes, superando assim os 33 enviados pela Rússia há três anos, uma nova conquista para a agência espacial indiana, em que 2014 conseguiu colocar uma sonda na órbita de Marte.

O lançamento aconteceu com um veículo polar PSLV-C37 às 9h28 (hora local), de uma plataforma na base de Sriharikota, no estado de Andhra Pradesh, informou a Organização da Pesquisa Espacial da Índia (ISRO).

A agência espacial indiana transmitiu ao vivo todo o processo desde a contagem regressiva até a confirmação do sucesso da operação quase meia hora depois do lançamento do foguete, momento em que começou a distribuir os satélites no espaço.

"É um grande momento, o lançamento foi um sucesso", afirmou ao vivo, a partir da base de Sriharikota, um dos oficiais da agência espacial, que além disso, felicitou sua equipe pelo "recorde" alcançado.

No entanto, o porta-voz do ISRO, Deviprasad Karnik, se mostrou mais cauteloso em declarações à Agência Efe.

"Não estamos buscando recordes ou algo parecido, mas fazemos pleno uso da capacidade do veículo espacial", afirmou o porta-voz da agência espacial.

Dos 104 satélites lançados em órbita, dois pertenciam a Índia e outros de empresas públicas ou privadas de outros seis países, especialmente os Estados Unidos, com 96 aparelhos, além de Israel, Cazaquistão, Holanda, Suíça e Emirados Árabes Unidos.

Entre os satélites, com um peso total de 1.378 kg, destaca-se o indiano da série Cartosat-2, o mais pesado de todos com 714 kg e que é utilizado com fins de mapeamento.

O foguete possuía espaço complementar para outros satélites, por isso que a ISRO optou por enviar os restantes 103 "nanossatélites" com um peso total de 664 quilogramas, e que representou uma receita significativa para o braço comercial da agência espacial.

A Índia começou a colocar satélites na órbita terrestre em 1999.

O lançamento dos 104 satélites, supera os 29 lançados pelo EUA, em 2013, e os 33 enviados pela Rússia um ano depois.

"Este feito extraordinário conseguido pela ISRO representa um momento de orgulho para nossa comunidade científica espacial e a nação. A Índia presta uma homenagem a seus cientistas", disse o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, em sua conta no Twitter.

A Índia conta com um dos programas espaciais mais ativos do mundo, com o lançamento até agora de mais de 100 missões desde sua fundação há pouco mais de meio século.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos