Turistas poderão sobrevoar a Lua dentro de 6 anos, diz Rússia

Moscou, 22 fev (EFE).- Os turistas espaciais poderão sobrevoar a Lua em cinco ou seis anos, anunciou nesta quarta-feira o diretor-geral da estatal russa Energia, Vladimir Solntsev.

"Acredito que para 2021 ou 2022, a Energia vai estar preparada para oferecer esse serviço no mercado iternacional", disse ele à agência oficial "RIA Novosti".

O diretor-geral explicou que "neste momento estão sendo discutidos os termos do contrato com os potenciais candidatos" e admitiu que a nave Soyuz, que os turistas usariam para a odisseia, precisa passar por ajustes nos quesitos comunicação e sistemas de comando.

Enquanto isso não acontece, Solntsev sugeriu um possível reatamento dos voos turísticos com destino à Estação Espacial Internacional (ISS). O último deles aconteceu em 2009.

"Os possíveis usuários são muito poderosos, mas não são figuras públicas. Também não há nenhum russo entre eles. Pelo menos, não por enquanto", afirmou.

A Rússia decidiu interromper as visitas turísticas à ISS por falta de espaço e da decisão dos Estados Unidos de suspender os voos de suas naves.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos