Ataque hacker global afeta 74 países, segundo empresa russa Kaspersky

Moscou, 12 mai (EFE).- A empresa russa de segurança cibernética Kaspersky estimou nesta sexta-feira em mais de 45 mil o número de ataques cometidos por hackers usando vírus do tipo ransomware, que afetou infra-estruturas de 74 países.

"Até o momento registramos 45 mil ataques (...) em 74 países. As cifras continuam aumentando inusitadamente", disse Costin Raiu, diretor da Equipe de Pesquisa e Análise Global da Kaspersky, no Twitter.

Raiu acrescentou que a mensagem do ciberataque, que afetou países como Espanha, Reino Unido, Turquia, Ucrânia e a própria Rússia, está escrita em romeno, mas não por um nativo.

A Kaspersky, que produz softwares de segurança cibernética, enviou à Agência Efe um comunicado no qual diz que identificou o rootkit utilizado para efetuar o ciberataque (MEM:Trojan.Win.64.EquationDrug.gen).

Segundo a nota, o ataque indiscriminado aconteceu através de um sistema de propagação que utiliza uma vulnerabilidade detectada na Microsoft.

O comunicado destaca que os hackers exigem como recompensa US$ 600 em bitcoins.

"O maior número de tentativas de ataque foi detectado na Rússia", destacou a fonte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos