Temporal em Moscou deixa dois mortos e pelo menos 16 feridos

  • Dmitry Serebryakov/AFP Photo

    Pedestres protegem-se da chuva em Moscou: temporal deixou mortos e feridos na capital russa

    Pedestres protegem-se da chuva em Moscou: temporal deixou mortos e feridos na capital russa

Moscou, 1 jul (EFE).- O temporal de chuvas torrenciais que castigou na sexta-feira (30) Moscou, o pior desde 1923, deixou dois mortos e pelo menos 16 feridos, segundo os últimos dados oferecidos neste sábado pelas autoridades sanitárias da capital russa.

Duas pessoas morreram após serem atingidas por um raio e outras 16 ficaram feridas em diversas circunstâncias, sobretudo em consequência da queda de árvores.

"Nove pessoas continuam internadas em hospitais, entre elas um bebê", explicou à agência "TASS" um porta-voz dos serviços de saúde de Moscou.

Os ventos sustentados que acompanharam a tempestade arrancaram quase 1,2 mil árvores e três postes de iluminação, enquanto uma centena de carros foi danificada.

Três aviões de passageiros receberam o impacto de um raio quando estavam para aterrissar em Moscou, segundo revelou hoje à "Interfax" um porta-voz da torre de controle do aeroporto de Sheremetyevo.

As três aeronaves aterrissaram sem maior problema e agora estão sendo revisados pelos técnicos.

Moscou sofreu o segundo temporal com vítimas mortais em um mês após a tempestade de 29 de maio, que deixou 16 mortos na capital russa e em seus arredores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos