Enchentes no sul da China deixam 16 mortos e 10 desaparecidos

Pequim, 3 jul (EFE).- As autoridades chinesas informaram que 16 pessoas morreram e outras 10 estão desaparecidas por causa das enchentes causadas pelas fortes chuvas que atingem desde sábado a região autônoma de Guangxi, no sul da China, anunciaram as autoridades locais.

Cerca de 92 mil pessoas tiveram que ser evacuadas e mais de um milhão sofreram perdas econômicas, além de mais de 600 casas terem sido destruídas e outras 6,5 mil danificadas, segundo os dados divulgados pela agência oficial "Xinhua".

No domingo, as autoridades alertaram que mais de 60 rios do sul da China tinham superado o nível de alerta devido às fortes e continuadas chuvas.

Na vizinha província de Hunan, houve 311 mil deslocados por essas chuvas, segundo as últimas cifras divulgadas no domingo.

O rio Xiangjiang, um importante afluente do Yangtse, alcançou um nível recorde de 39,21 metros em sua passagem por Changsha, a capital provincial, superando os 39,18 metros de uma grande inundação de 1998.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos