Beakman leva suas experiências divertidas para Campus Party no México

Guadalajara (México), 6 jul (EFE).- Paul Zaloom, conhecido por encarnar o personagem principal do popular programa televisivo de divulgação científica "O Mundo de Beakman", exibido no Brasil pela "TV Cultura" nos anos 1990, levou na noite de quarta-feira seus experimentos a Jalisco Campus Party, no México, onde conquistou e entreteve o público com uma série de brincadeiras e experiências.

Zaloom subiu ao palco principal do centro de convenções Expo Guadalajara, na cidade de mesmo nome no estado de Jalisco, ovacionado pelo público. "Não se emocionem ainda, esperem para ver o show", brincou em sua apresentação.

"É genial estar na Campus Party e ver esses belos 'campuseiros'", disse Zaloom.

O ator que interpreta Beakman começou explicando o fenômeno da persistência "da visão" através de uma pequena bola presa em um cordão e, a partir daí, fez uso dos objetos mais quotidianos, como uma garrafa e um secador, para realizar suas explicações.

Durante todo o espetáculo, Zaloom apresentou seu característico humor e levou o público aos risos com suas danças espontâneas, suas brincadeiras - "vou colocar os óculos de segurança, não porque isto seja perigoso, mas porque fico bonito" - e suas tentativas de falar em espanhol.

Para um de seus experimentos, Zaloom pediu a colaboração de cinco voluntários, que subiram ao palco e tiveram que responder algumas perguntas propostas pelo ator e apresentador, como quantas espécies de insetos comestíveis existem no México.

Na metade do evento, Beakman fez alguns comentários jocosos contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e aproveitou para dizer ao público: "Em nome dos Estados Unidos, sinto muito".

Estas brincadeiras foram repetidas em mais ocasiões, como quando apontou para um objeto e disse: "Olhem isto, comprei na Trump Tower; foi feito na Rússia".

"Eu gostava muito (do Beakman) quando era criança, porque ele explicava a ciência com experimentos muito simples", disse à Agência Efe Eduardo, um dos presentes ao evento.

O jovem de 21 anos garantiu que, apesar de não ter escolhido uma carreira científica - atualmente estuda gestão empresarial -, o programa de Zaloom serviu para que ele começasse a questionar "como funcionam as coisas".

"E essas coisas o Beakman respondia", comentou Eduardo, que brincou dizendo que, para ele, ver o apresentador ao vivo significa "encerrar um ciclo" e pôr fim a sua infância.

A Jalisco Campus Party acontece em Guadalajara até o dia 9 de julho e reúne cerca de 25 mil jovens, que participarão de conferências, oficinas e outras atividades, que, no total, somarão 1.500 horas de conteúdo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos