China resgata 49 turistas presos em uma ilha por chegada do tufão Talas

Pequim, 16 jul (EFE).- As autoridades da China informaram neste domingo que resgataram 49 turistas que ficaram presos em uma ilha desabitada perto da costa sul do país devido à chegada do tufão Talas.

Os turistas estavam na ilha de Nanpeng, a cerca de 35 quilômetros do litoral da província de Cantão, e foram retirados pela manhã, explicou o Ministério dos Transportes da China em um comunicado.

As autoridades mobilizaram um barco e um helicóptero de resgate para transferir o grupo ao continente antes que os efeitos de Talas começassem a ser sentidos. O sistema de baixa pressão afetará a partir da tarde deste domingo a na segunda-feira as áreas costeiras da província de Cantão, a região de Guangxi, a ilha de Hainan e outras partes do Mar do Sul da China.

O sul do país asiático está em alerta azul - o de menor gravidade em uma escala de quatro cores - pela chegada de Talas, o quarto tufão da temporada, que traz fortes ventos e causará precipitações de até 140 milímetros.

O Centro Meteorológico Nacional da China prevê que o tufão Talas tocará terra no litoral nordeste do Vietnã na segunda-feira pela manhã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos