Tempestade Lidia causa inundações e danos na Península da Baixa Califórnia

Cidade do México, 1 set (EFE).- A tempestade tropical Lidia segue percorrendo a Península da Baixa Califórnia, no nordeste do México, e nas últimas horas causou inundações, danos em infraestruturas e deixou centenas de pessoas desalojadas.

"O centro da tempestade continua sobre a linha da costa. No entanto, durante as próximas horas, as chuvas intensas continuarão sobre a Baixa Califórnia do Sul e o Golfo da Califórnia, e podem se estender até a costa de Sinaloa e o sul de Sonora", informou nesta sexta-feira o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

Às 7h (horário local, 9h de Brasília), Lidia avança em direção ao noroeste a uma velocidade de 13 km/h, com ventos de até 120 km/h.

De acordo o SMN, a tempestade se encontra atualmente na linha da costa, e nas próximas horas tocará terra de maneira intermitente, enquanto avança para o norte do México provocando fortes chuvas em vários estados do noroeste.

A Defesa Civil decretou alerta vermelho (perigo máximo) nos estados de Baixa Califórnia do Sul e Sinaloa, e alerta laranja (perigo alto) no sul da Baixa Califórnia e na costa norte de Sonora.

As chuvas causaram fortes inundações e duas pontes e uma casa desabaram na Baixa Califórnia do Sul, segundo a imprensa local.

Além disso, 81 voos foram cancelados e cinco municípios do estado declararam emergência.

A força da água também arrastou vários carros, e a Defesa Civil aponta que mais de mil pessoas foram levadas a abrigos.

A chuva também chegou aos estados de Sinaloa, Sonora e Colima, que suspenderam as aulas nas escolas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos