República Dominicana declara alerta em todo o país por furacão "Irma"

Santo Domingo, 5 set (EFE).- O governo da República Dominicana declarou nesta terça-feira diferentes níveis de alerta em todo o país pela ameaça do poderoso furacão "Irma", que atingiu a categoria 5, a mais forte na escala de medidas Saffir-Simpson, em sua rota rumo ao Caribe.

O presidente dominicano, Danilo Medina, fez um balanço da situação com as diferentes instituições do Comitê de Operações de Emergências (COE), entre elas as Forças Armadas e os ministérios de Saúde e Obras Públicas.

Estas instituições ativaram seus planos de contingências para fazer frente aos possíveis danos, informou após o encontro com Medina o diretor do COE, o general Juan Manuel Méndez.

Em uma entrevista coletiva na sede do Executivo, Méndez explicou que foi declarado alerta vermelho (máximo) para oito das 32 províncias do país; enquanto 14 estão em amarelo (intermediário) e as dez restantes se encontram em alerta verde (mínimo).

Na mesma coletiva, o ministro administrativo da Presidência, José Ramón Peralta, afirmou que o governo está preparado para enfrentar qualquer eventualidade.

Ao mesmo tempo, lembrou que "Irma" é o furacão mais poderoso que ameaça o país desde "David", em agosto de 1979, por isso a população deve estar atenta.

A República Dominicana emitiu nesta terça-feira alerta de condições de furacão desde Cabo Engaño, no leste do país, até a Baía de Manzanillo, e alerta de condições de tempestade desde Cabo Engaño até a ilha Saona, devido à evolução de "Irma", que deve afetar o país a partir de quinta-feira.

Em um comunicado, o Escritório Nacional de Metrología (Onamet) explicou que em um período de 48 horas ou menos as áreas sob alerta podem sentir pelo menos um ou dois dos efeitos associados à tempestade tropical, como chuvas intensas, ventos fortes e ondas anormais.

A Defesa Civil dominicana dispõe de 3.200 abrigos, enquanto o Ministério de Defesa anunciou nesta terça-feira que suas unidades de resgate, mitigação de desastres e ajuda humanitária "estão prontas" para encarar qualquer situação pelo fenômeno.

"Irma", o quarto furacão da temporada no Atlântico, continua seu deslocamento rumo às Pequenas Antilhas, no Caribe, com ventos de 280 km/h, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos