Nate se debilita, mas segue produzindo fortes chuvas no sudeste dos EUA

Miami (EUA), 8 out (EFE).- A tempestade tropical Nate se debilitou nas últimas hoas, mas continua produzindo fortes chuvas no sudeste dos EUA, onde, além disso, o nível do mar segue subindo e já chega a 2,5 metros em zonas específicas.

Nate, que na noite de sábado tocou terra como furacão de categoria 1 perto da foz do rio Mississipi, no sul dos Estados Unidos, se desloca sobre terra firme do Alabama a 23 milhas por hora (37 km/h).

"Na trajetória traçada, o centro de Nate continuará se movendo terra adentro através do Extremo Sul, do Vale do Tennessee e do centro dos Montes Apalaches até segunda-feira", previu o NHC em seu último boletim.

Após tocar terra com ventos máximos sustentados de 85 milhas por hora (quase 140 km/h), o ciclone diminuíu sua potência e apresenta agora ventos de 45 milhas por hora (75 km/h), com rajadas mais fortes, e é esperado seu progressivo enfraquecimento até se dissipar na segunda-feira.

A faixa litorânea que se estende desde a fronteira entre os estados do Alabama e do Mississipi e o oeste da Flórida ainda estão sob aviso de tempestade tropical.

Nate, em sua passagem pela América Central, ocasionou a morte de pelo menos 25 pessoas.

Após os devastadores Harvey e Irma, Nate foi o terceiro furacão a tocar terra nos Estados Unidos na atual temporada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos