Tempestade tropical Rina se move para o norte em águas abertas do Atlântico

Miami, 7 nov (EFE).- A tempestade tropical Rina se move para o norte em águas abertas do Atlântico e sem que seja uma ameaça para zonas habitadas, informou nesta terça-feira o Centro Nacional de Furacões (NHC, por sua sigla em inglês) dos EUA.

Rina, que se transformou ontem à noite na 18ª tempestade tropical da ativa temporada de furacões no Atlântico, tem ventos sustentados de até 40 milhas por hora (65 km/h), com sequências mais fortes, e se dirige para o norte a 12 milhas por hora (19 km/h).

Os meteorologistas do NHC, com sede em Miami, estimam que a tempestade tropical aumente sua velocidade de translação ao longo do dia de hoje e se fortaleça ligeiramente durante as próximas 48 horas.

Os especialistas preveem, além disso, que Rina, com ventos de força de tempestade tropical que se estendem por até 60 milhas (95 km) desde o seu centro, vire para o norte-nordeste na noite de quarta-feira.

Em seu último boletim meteorológico, o NHC indicou que a tempestade tropical estava localizada a 880 milhas (1.420 quilômetros) ao leste de Bermudas e a 1.370 milhas (2.200) ao oeste-sudoeste do arquipélago português dos Açores

Rina pode ser a última tempestade tropical da temporada, que termina oficialmente em 1 de dezembro e que foi mais ativa do que o previsto desde 2005.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos