Deslizamentos de terra deixam ao menos 24 mortos em Kinshasa, na RD do Congo

Kinshasa, 4 jan (EFE).- Pelo menos 24 pessoas morreram nesta quinta-feira na capital da República Democrática (RD) do Congo por deslizamentos de terra causados por um forte temporal, informou o governo do país centro-africano.

Segundo disse à Agência Efe o ministro da Saúde e Assuntos Sociais da província de Kinshasa, Dominique Weloli, 13 mortos são do bairro de Ngaliema, uma das áreas mais populosas da capital, e 11 de Bandalungwa,

"Foi uma grande chuva que causou muito prejuízo. Não pensávamos que poderia prejudicar vidas humanas pela falta de valetas e pela falta de canalização da água" das precipitações, declarou Weloli, que criticou a falta de urbanização da cidade.

O balanço de mortes é provisório, já que ainda não há informação sobre os danos causados em todos os bairros da cidade para poder oferecer um número definitivo de baixas, indicaram fontes ligadas ao governo provincial.

Weloli informou que os corpos serão transferidos ao necrotério do Hospital de Referência Geral em Kinshasa.

Em áreas como Ngaliema, um dos bairros mais atingidos, as casas foram arrastadas pela enxurrada, enquanto um deslizamento de terra em Tsatshi arrasou várias residências.

Em outras áreas como Bandalungwa, as casas foram inundadas, pois o sistema de vazão estava bloqueado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos