China mantém alerta por tempestade de neve que causou 13 mortos

Pequim, 6 jan (EFE).- A China mantém o alerta azul pelas intensas nevascas que estão caindo neste sábado e que continuarão amanhã na região central do país e que até o momento causaram 13 mortes, advertiu o Centro Nacional de Meteorologia da China.

O órgão manteve o alerta no nível azul, o menor em gravidade, atrás do vermelho, laranja e amarelo da escala de quatro cores que o país utiliza para medir o perigo deste fenômeno meteorológico.

Além disso, espera-se que a nevasca provoque uma acumulação de 4 a 8 centímetros de neve em algumas partes das províncias de Shaanxi, Henan, Anhui e Hubei, chegando em algumas áreas aos 10 centímetros de espessura.

O Centro Nacional de Meteorologia recomendou aos residentes dessas províncias que não saiam de casa e pediu às autoridades locais que tomem precauções em ruas, estradas e sistemas elétricos e de telecomunicações, informou a agência oficial "Xinhua".

A primeira nevasca de 2018 na China afetou extensas regiões do noroeste, centro e leste do país desde quarta-feira e, até o momento, provocou 13 mortes e causou danos materiais em casas e infraestruturas agrícolas e elétricas, segundo dados das autoridades locais.

A área danificada pelo temporal cobre 13.100 hectares de terras cultiváveis, das quais mais de 900 ficaram destruídos, o que gerou um prejuízo estimado de 510 milhões de iuanes (R$ 254,68 milhões). EFE

aoz/cs

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos