Cientistas divulgam informação confidencial de Israel sem se dar conta

Jerusalém, 30 jan (EFE).- Cientistas de Israel divulgaram durante anos, sem se dar conta, informação secreta na internet que agora o Ministério de Defesa está tentando apagar da rede, informou nesta terça-feira o jornal israelense "Haartez", que não deu detalhes do conteúdo nem das áreas que afeta.

Investigadores de uma instituição estatal - que tampouco foi identificada - publicaram dados que deviam ser mantidos confidenciais desde que um antigo diretor do Ministério de Defesa, Amir Kane, autorizou as publicações.

O problema é que, após essa aprovação, as autoridades pertinentes nunca mais voltaram a revisar o material que era divulgado, inclusive depois que Kane deixou seu cargo.

A instituição responsável pelas publicações assegura que tinha todas as permissões necessárias para publicá-las e alega que, se houve alguma mudança nos requerimentos, deveriam ter sido avisados.

Após detectar o erro, responsáveis pela Defesa de Israel se apressam para apagar o rastro, que em muitos casos foi copiado por outros sites, e debatem sobre a responsabilidade de quem divulgou essas informações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos