Moscou sofre com maior nevasca do atual inverno

Moscou, 31 jan (EFE).- Moscou sofre desde ontem com a maior nevasca do atual inverno, com mais de 20 centímetros de neve acumulada, que complicou os deslocamentos dos cidadãos e obrigou os serviços de limpeza a trabalhar ininterruptamente para liberar ruas e calçadas.

"Nas últimas 24 horas foram retirados mais de 700 mil metros cúbicos de neve das ruas da cidade", disse nesta quarta-feira à imprensa o vice-prefeito de Moscou, Piotr Biriukov, que destacou que operários e máquinas trabalham sem descanso.

As autoridades pediram aos moscovitas que evitem, na medida do possível, utilizar seus automóveis e optem pelo transporte público, a fim de facilitar os trabalhos das equipes de limpeza.

Segundo a previsão meteorológica, a neve continuará caindo sobre a capital russa durante todo o dia de hoje, e não vai parar até amanhã, quando é esperada uma brusca queda da temperatura, de 2 graus abaixo de zero para até 12 graus negativos.

No entanto, para o próximo fim de semana está prevista outra grande nevasca, que pode deixar até 35 centímetros de neve em alguns setores da cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos