Queda de avião militar na Argélia deixa pelo menos 105 mortos

Argel, 11 abr (EFE).- Pelo menos 105 militares argelinos morreram, nesta quarta-feira, ao cair um avião das Forças Aéreas em um campo perto da base aérea de Boufarik, na cidade de Blida, vizinha a Argel, capital da Argélia, segundo os serviços de Proteção Civil citada pela imprensa local.

O acidente aconteceu pouco minutos após a decolagem e no avião de modelo Iliouchine viajavam 176 soldados e oficiais, que seguiriam para a cidade de Tindouf, fronteira com o Marrocos.

O avião militar tinha previsto fazer uma escala técnica em Bechar.

Nos trabalhos de resgate participam mais de 300 pessoas, corpos de proteção civil, ambulâncias, polícia e soldados do Exército argelino, que em 2014 sofreu com uma tragédia similar.

Nesse ano, 77 pessoas perderam a vida após a queda de um Hércules C-130 região montanhosa de Oum al Bouaghi, 500 quilômetros ao leste de Argel.

Um comunicado do Ministério argelino de Defesa indicou que o titular, Gaid Salah, interrompeu uma visita de dois dias à Segunda Região Militar (oeste) e ordenou formar uma comissão de investigação para conhecer as causas do acidente.

O general Salah expressou suas "sinceras condolências às famílias" do trágico fato, acrescentou a nota de pêsame.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos