População de golfinhos diminui abruptamente na bacia do rio Amazonas

Washington, 2 mai (EFE).- A população de golfinhos de água doce na bacia do rio Amazonas está diminuindo a um ritmo preocupante: o número desses mamíferos aquáticos é reduzido pela metade a cada década.

Esses dados foram divulgados nesta quarta-feira por um estudo publicado na revista especializada "PLOS ONE". O levantamento mostra que duas espécies, o boto-cor-de-rosa (Inia geoffrensis) e o tucuxi (Sotalia fluviatilis), estão em forte declive.

Para avaliar o estado desses golfinhos de água doce, a ecóloga Vera da Silva e seus colegas analisaram os dados de espécies anotados durante 22 anos, desde 1994 até 2017, na Reserva Mamirauá, no Amazonas.

A análise revelou que a quantidade de botos-cor-de-rosa e tucuxis está caindo rapidamente. No ritmo atual, a população dos primeiros cai pela metade a cada dez anos, e o mesmo ocorre a cada nove anos com os tucuxis.

Essas taxas de diminuição, atribuídas principalmente ao desenvolvimento da caça de golfinhos desde o começo do milênio, estão entre as mais graves já vividas pelos cetáceos desde os primeiros anos da caça moderna de baleias, segundo os autores do estudo.

Vera da Silva pediu que essas espécies sejam classificadas como espécies "em perigo crítico" na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos