Topo

Lançamento de foguetes russos Soyuz com satélites britânicos é adiado

2019-02-08T12:40:00

08/02/2019 12h40

Moscou, 8 fev (EFE).- O lançamento dos satélites de telecomunicação da empresa britânica OneWeb da base espacial de Kourou, na Guiana Francesa, foi adiado devido a uma falha no acelerador do foguete portador Soyuz, informou nesta sexta-feira uma fonte da indústria espacial.

"O adiamento está relacionado com a necessidade de realizar novas verificações", afirmou a fonte, que confirmou que a nova data do lançamento será em 26 de fevereiro, uma semana depois do previsto.

O lançamento dos satélites OneWeb já tinha sido adiado depois que uma fissura foi detectada no acelerador Fregat do foguete portador russo SOYUZ-ST.

Especialistas da corporação russa de foguetes espaciais Lavochkin, que fabricaram o Fregat, foram enviados à Guiana Francesa para sanar o erro e também verificar o foguete portador.

Segundo fontes citadas pela imprensa russa, a fissura já foi soldada, mas todos os aceleradores estão sendo submetidos a verificações, tanto em Kourou como em outras bases espaciais.

O chefe da agência espacial russa, Roscosmos, Dmitri Rogozin, disse à imprensa russa que Moscou seguirá cooperando com a OneWeb.

A OneWeb quer criar um conjunto de satélites que proporcionará acesso de banda larga a usuários de todo o mundo.

A Roscosmos assinou em 2015 um contrato com a companhia francesa Arianespace e a britânica OneWeb para 21 lançamentos comerciais de 672 satélites em foguetes Soyuz das bases de Baikonur (Cazaquistão), Vostochny (Rússia) e Kourou.

O Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia alertou então que os satélites OneWeb poderiam realizar tarefas de espionagem e prejudicar os interesses nacionais do país. EFE