Cérebro e mente

Sono aumenta em três vezes o risco de acidente de trânsito após as 22 horas

Lilian Ferreira*

Do UOL Ciência e Saúde
Em Gramado (RS)

Dirigir com sono pode ser tão perigoso como encarar a volta para casa de carro depois de beber algumas doses de álcool, alertam especialistas em sono no 7 º Congresso Brasileiro Cérebro, Comportamento e Emoções, que ocorre em Gramado, Rio Grande do Sul. "Às 22 horas, o risco de ocorrer um acidente de trânsito é três vezes maior porque as pessoas já estão há muito tempo acordadas", conta a pesquisadora Mônica Andersen, do Instituto do Sono em São Paulo.

E o que fazer para o sono passar? "Dormir, não há nenhuma outra recomendação que surta efeito realmente. Ar frio e música alta despertam por apenas 5 a 10 minutos, no máximo", ressalta o neurocientista Fernando Louzada, da Universidade Federal do Paraná. A boa notícia é que mesmo cochilos de 20 minutos já fazem diferença.

Acidentes x sono

Estudos indicam que a quantidade de horas dormidas e há quanto tempo você está acordado influenciam diretamente em sua habilidade para guiar.

Se você dormiu 5,5 horas, corre 10 vezes mais chance de causar um acidente de trânsito do que se você tivesse dormido durante 8 horas. Já se a privação de sono for ainda maior, de 4,5 horas, o risco sobre para 12 vezes, enquanto se você tiver dormido só 3,5 horas o número salta para 20 vezes.

Horas dormidas x risco de acidente

  • Adaptado de Stutts et al., 2003

Agora, se você dirigir de 15h a 20 horas depois de ter acordado, suas chances de cometer um acidente são 10 vezes maiores do que se você dirigisse nas 5 primeiras horas. Se você passar o dia todo acordado e for dirigir de 20h a 25h acordado, as chances de um acidente pulam para 60 vezes.

Horas sem dormir x risco de acidente

  • Adaptado de Stutts et al., 2003

A relação entre sono e acidentes de trânsito é bastante estudada. A sonolência é responsável por 1/5 dos acidentes nos EUA, ou 1 acidente a cada 2 minutos. Os prejuízos são de 12,5 bilhões de dólares.

Por isso, não é de se estranhar que um Estado dos Estados Unidos tenha criado uma lei para punir quem causa acidentes depois de muitas horas sem dormir. "Em Nova Jersey, o motorista que for responsável pela morte de alguém em um acidente de carro e estiver mais de 24 horas sem dormir é acusado por homicídio doloso, aquele em que há a intenção de matar", destaca o neurocientista.

Louzada lembra ainda que o relógio biológico está programado para dormir de madrugada, então, assim que escurece, nosso corpo entende que está na hora de ir para cama e, muitas vezes, é difícil brigar contra o corpo. Um estudo realizado no Reino Unido comprovou que os horários em que ocorrem a maioria dos acidentes é durante a madrugada.

Horários de acidentes

  • Horne, J A et al. BMJ 1995;310:565-567

Bêbado de sono

A expressão é popular e tem seu fundo de verdade. Pessoas que ficam acordadas de 17 a 19 horas têm performance no volante pior do que aqueles que apresentam nível de álcool no sangue (BAC) igual a 0,05%. Enquanto quem fica 24 horas sem dormir têm reações similares a quem apresenta BAC igual a 0,10%, de acordo com estudo publicado no New England Journal of Medicine. A lei seca brasileira proíbe a condução para quem apresenta mais de 0,10 mg de álcool por litro de sangue.

As mortes no trânsito já superam as causadas por Aids e Malária, e na cidade de São Paulo as mortes no trânsito superam as por assassinatos em 2010. Segundo dados do IBGE, no Brasil, o trânsito é responsável por 40% das mortes de mulheres por causas externas (não por doenças); para os homens este número cai para 25%.

* A jornalista viajou a convite da organização do 7 º Congresso Brasileiro Cérebro, Comportamento e Emoções

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos