Topo

Clique Ciência: Você sabe o que é e como fazer adubo natural com minhocas?

Do UOL, em São Paulo

2014-03-04T06:00:00

04/03/2014 06h00

Fazer o seu próprio adubo em casa pode ser um trabalho árduo, mas quem faz diz que as vantagens são maiores. É possível cultivar plantas, produz-se menos lixo, e estimula-se uma alimentação mais saudável, além de contribuir muito mais para o meio-ambiente. E ainda ganha dezenas de “bichinhos de estimação”.

De acordo com Adejar Marinho, supervisor do setor de Campo Experimental da Embrapa, a maneira mais fácil, barata e rápida para produzir adubo orgânico é criar minhocas em um recipiente de plástico. Para produzir o adubo, basta alimentá-las com restos de alimentos do dia-a-dia. Em cerca de 30 dias, a colônia de minhocas já terá produzido a primeira leva de húmus, um composto orgânico marrom, com cheirinho de mato, sem agrotóxicos e livre de bactérias nocivas, pronto para ser misturado à terra das plantas da sua casa.

O recipiente mais adequado para alimentar as minhocas deve ter compartimentos. Durante um mês, deposite os restos de comida em um compartimento. No mês seguinte, libere uma passagem para o segundo compartimento e passe a depositar os restos ali. Em poucas horas, as minhocas “migram” para o local com comida, deixando os dejetos para trás. Então, é só recolher o húmus e misturá-lo à terra dos seus vasos ou canteiros.

Recipientes e ferramentas prontos para fabricação de compostagem com minhocas podem ser encontrados em lojas agrícolas especializadas em adubo ou em alimentação natural. Também é possível fabricar em casa: uma calha com uma divisão móvel no meio e uma tampa, por exemplo, é o suficiente. Coloque os restos de alimento e as minhocas em um lado. Quando esse lado estiver quase cheio, retire a divisão, coloque mais restos de comida do outro lado, espere as minhocas migrarem e retire o húmus pronto para uso.

Espécies de minhoca ideais para fazer adubo

Marinho indica a minhoca africana ou a californiana para fazer adubo natural. “Elas são vorazes, extremamente gulosas, criadas para devorar tudo o que encontram pela frente”, diz o técnico agrícola. Não tente cavar o chão e pegar alguns anelídeos para usar na fabricação da compostagem natural: as minhocas nativas do Brasil alimentam-se apenas do necessário para sobreviver e demorariam muito tempo para produzir alguns gramas de húmus.

As minhocas californianas ou africanas estão à venda em lojas agrícolas e de pesca, ou ainda em chácaras e viveiros (também dá para encontrar vendedores pela internet http://busca.uol.com.br/web/?q=venda+minhocas+africanas+californianas). Como elas se reproduzem rapidamente, dá para encomendar de um vizinho que cultiva adubo natural. Depois de alguns meses, é possível doar ou revender suas minhocas extras. Sim, além das vantagens que listamos no começo do texto, minhocas também podem gerar dinheiro.

O que as minhocas comem?

A única manutenção necessária em um minhocário é abastecê-lo diariamente com alimentos. Sem comida, as minhocas podem fugir. Elas são vorazes, mas não comem de tudo. Se um alimento não é adequado, pode gerar fungos e microorganismos, e matar um viveiro todo.

Restos de alimentos crus são os mais indicados. Cascas de frutas e legumes, restos de folhas e sementes, por exemplo, vão gerar um adubo perfeito. Folhas secas, galhos pequenos e capim roçado são apetitosos. Vale picar todo esse resto em pequenos pedaços - assim, as minhocas digerem os pedaços com mais rapidez, e há menos chance de desenvolver fungos.

Pães, biscoitos e bolos velhos, desde que não contenham manteiga, creme ou outro tipo de gordura também podem ir para as minhocas. Já os alimentos que foram cozidos ou fritos não são recomendados. Restos de arroz e feijão, batata frita ou carne não devem ser jogados no minhocário.

Evite depositar líquidos: as minhocas podem morrer afogadas ou a água em excesso pode ajudar a produzir uma lavagem apodrecida, cheia de larvas e imprópria para adubo. Produtos industrializados, com muito sódio na composição, podem fazer mal às minhocas.

Como os anelídeos alimentam-se basicamente de restos de comida saudável, produzir adubo em casa é mais um motivo para melhorar a alimentação da família. A sua saúde agradece, e a delas também: quando as minhocas são bem alimentadas, o processamento da comida em húmus gera calor. Ao colocar a mão dentro do composto orgânico, é possível sentir a temperatura, que pode chegar a 70º C dentro de um minhocário caseiro.

Mais Ciência e Saúde