Brasil marca 1º voo de foguete lançador de microssatélites para 2018

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Lacaz Ruiz/Agência O Globo

    Foto da Torre Móvel de Integração (TMI) da Base Aérea de Alcântara (MA)

    Foto da Torre Móvel de Integração (TMI) da Base Aérea de Alcântara (MA)

A Agência Espacial Brasileira (AEB) marcou o primeiro voo do Veículo Lançador de Microssatélites (VLM) para teste de qualificação para novembro de 2018. O anúncio foi feito pelo presidente da AEB, José Raimundo Braga Coelho, na 69ª Reunião Ordinária do Conselho Superior da instituição realizada na quinta-feira (11).

O lançamento deve acontecer no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão. O veículo vai transportar ainda uma carga útil para teste. Devem ser levados ao espaço para teste três experimentos selecionados no 5º Anúncio de Oportunidade, lançado em fevereiro último. A proposta desta edição visa a selecionar um dispositivo que avalie aspectos fisiológicos do espaçonauta Pedro Nehme no voo suborbital do qual ele participa no final do ano.

O VLM é um foguete de três estágios a propelente sólido com capacidade para satélites de pequeno porte com massa de até 150 quilos.

Desenvolvido pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), do Comando da Aeronáutica, com cooperação da Agência Espacial da Alemanha (DLR), o VLM é composto de dois estágios equipados com motor S-50 e um com motor S-44.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos