Clique Ciência: Por que galinhas põem ovos brancos, vermelhos e até azuis?

Cintia Baio

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/mypetchicken

Ao contrário do que muitos pensam, não é a alimentação que determina a cor da casca dos ovos não só das galinhas, mas de todas as aves. Na verdade, o que define qual será a "tinta" usada para pintar a casca é a genética. Assim, é a raça do animal que determinará a cor.

O ovo começa a se formar a partir da gema, que é o (grande) óvulo da galinha e mede cerca de quatro centímetros de diâmetro. A partir daí, ele passa por várias partes do oviduto —uma espécie de canal que compõe o sistema genital da galinha e que se estende desde o ovário até a cloaca (por onde sai o ovo).

Ao passar pelas várias estruturas desse canal, o ovo recebe diferentes nutrientes e sais minerais para proteger a gema, formar a clara e a casca do ovo. E é também ao passar pelo oviduto que essa "tinta", ou melhor, esses pigmentos, são adicionados à casca.

Enquanto o processo de formação da casca e de sua coloração leva em média 21 horas, a formação dos componentes internos do ovo leva por volta de 4 horas. 

Esses pigmentos são produzidos pelas células das aves. As galinhas das raças New Hamphire e Rodhes Island Red, por exemplo, produzem ovos vermelhos. Para chegar nessa cor, essas aves utilizam dois tipos de pigmentos: a protoporfirina e a biliverdina. Já para os ovos de casca branca, apenas a biliverdina é usada.

Embora as cores branca (75%) e marrom (25%) sejam as mais comuns, outras galinhas, como a Araucana, originária do Chile, produzem ovos com cascas azuis. Já as codornas têm ovos pintados de branco e preto. Para isso, essas aves utilizam concentrações variadas de pigmentos.

A casca tem o seu formato oval porque o óvulo "caminha" em espiral pelo oviduto. Isso ajuda na hora do ovo sair, já que a parte mais estreita abre caminho.

Existe diferença além da cor da casca?

Embora muitas pessoas acreditem que ovos com casca marrom (ou vermelha) são muito mais nutritivos que os brancos, a verdade é que eles possuem a mesma quantidade de nutrientes e vitaminas.

O que varia é cor e a textura da gema, provocadas pelo tipo de alimento consumido pela ave. As galinhas caipiras, criadas soltas e à base de uma alimentação que vai além da ração, tendem a ter uma gema de coloração amarela mais intensa e com uma textura mais grossa. Já a cor da gema dos ovos das galinhas chamadas de industriais tem uma cor mais "aguada" e textura fina.

Todo ovo vira pintinho?

Quando o galo e a galinha acasalam, os espermatozoides podem sobreviver infundíbulo (que fica no oviduto) da fêmea por vários dias. Quando o óvulo atinge essa região e há espermatozoides, a fecundação pode ocorrer. Mesmo assim, isso não garante que vá nascer um pintinho. Isso só vai acontecer se o ovo ficar incubado por 21 dias em uma temperatura de 37º ou 38º. Ah, e vale lembrar que as galinhas botam ovos mesmo sem ter o espermatozoide.

Especialistas consultados: Maria Virgínia Franco da Silva, criadora e membro da Associação Brasileira dos Criadores de Aves, e Antônio Gilberto Bertechini, professor de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos