Conheça o gene que faz você parecer menos ou mais jovem

  • Reprodução/Cell Press

    Ilustração mostra efeito das rugas no rosto feminino

    Ilustração mostra efeito das rugas no rosto feminino

Cientistas identificam variantes no DNA ligadas à idade que uma pessoa aparenta ter. Descoberta é vista como passo importante para desvendar causas genéticas do envelhecimento.

As pessoas costumam achar que você é mais jovem do que é? Ou, infelizmente, acontece o contrário? Então, uma nova descoberta pode lhe servir de consolo: pode ser que tudo seja culpa dos genes. Um trecho de DNA específico pode ter grande influência sobre a aparência mais jovem ou mais velha, aponta um novo estudo.

Pesquisadores do Centro Médico da Universidade Erasmus MC, em Roterdã, analisaram um trecho de DNA chamado MC1R. Num artigo publicado na revista Current Biology nesta quinta, eles apontam que pessoas com variantes genéticas específicas parecem mais velhas que seus contemporâneos - independentemente da idade, do sexo e do estilo de vida.

Kayser e seus colegas apresentaram a participantes do estudo fotos de outros participantes e os pediram que estimassem a idade da pessoa. Os pesquisadores buscaram, então, semelhanças no material genético entre os que foram considerados mais jovens, e também entre os que foram considerados mais velhos.

Dois anos mais velhos

Assim, os cientistas chegaram ao gene MC1R. Esse trecho do DNA é conhecido dos cientistas genéticos, estando ligado, entre outras coisas, à cor da pele e do cabelo. Estudos anteriores também apontam que o gene desempenha um papel em inflamações e no reparo do DNA, o que poderia ter a ver com o envelhecimento.

As pessoas podem ter duas versões-padrão do MC1R em seu genoma, mas também uma ou até duas variantes delas. Os cientistas de Roterdã verificaram que aqueles que têm duas variantes parecem, em média, dois anos mais velhas que as pessoas sem variante alguma.

"Pela primeira vez foi encontrado um gene que explica, em parte, por que algumas pessoas parecem mais velhas e outras mais jovens para sua idade", disse Kayser em comunicado.

Markus Nöthen, geneticista da Universidade de Bonn, considera os resultados do estudo liderado por Kayser sólidos e "um primeiro passo importante" para descobrir as causas genéticas do envelhecimento. Cientistas acreditam que centenas de genes estejam envolvidos no processo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos