Ciência prova que cães, assim como humanos, entendem palavras e entonação

Do UOL, em São Paulo

  • Enik Kubinyi/Science

Você já deve ter ouvido falar que não importa a frase dita aos cachorros, o que vale é a entonação das palavras. Pesquisa divulgada nesta terça-feira (30) pela revista Science, revela que o melhor amigo do homem não só entende o som, como compreende as palavras direcionadas a eles.

Usando aparelhos de ressonância magnética, os pesquisadores da Universidade Eotvos Lorand, em Budapeste, investigaram como os cérebros caninos processam o que dizemos e perceberam que os cachorros reconhecem palavras distintas independentemente da entonação. Funciona como no nosso cérebro: o hemisfério cerebral esquerdo processa palavras e o direito processa entonação.

Os animais foram expostos a múltiplas combinações de palavras e entonação --receberam elogios com entonação neutra e palavras neutras com entonação de elogio, por exemplo.

Quando as palavras de elogio vêm com a entonação apropriada, a região da recompensa do cérebro é ativada.

Para os cientistas envolvidos, o processo de domesticação pode ter desenvolvido a estrutura cerebral dos cães. A pesquisa sugere que os mecanismos neurais de processamento de palavras evoluíram muito antes do que se acreditava e não são algo específico dos humanos.

Mesmo animais incapazes de falar compreendem palavras que costumam ouvir em um ambiente familiar.

Os resultados, dizem os cientistas, vão facilitar a compreensão e a cooperação entre cães e humanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos