Alimentação

Clique Ciência: Por que sentimos mais fome quando está frio?

Cintia Baio

Colaboração para o UOL

Você é do tipo que, basta esfriar um pouquinho, logo sente aquela fome incontrolável --e o desejo por alimentos mais calóricos?

  • 49653
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2016/09/06/voce-sente-mais-fome-no-frio.js

Não precisa se sentir mal. A ciência está do seu lado: a fome exagerada no frio tem uma explicação.

Quando a temperatura cai, nosso corpo precisa intensificar o trabalho para se manter aquecido e continuar funcionando corretamente. Em outras palavras, precisa de energia extra. 

Comer mais nesse período seria uma espécie de manobra do nosso organismo para nos preparar para o estresse gerado pelas baixas temperaturas e nos proteger.

É o mesmo comportamento dos homens da pré-história, que precisavam acumular mais gordura para criar reserva energética e, assim, se preparar para os dias mais frios em que caçar era mais difícil e menos frequente

Hannah Médici, nutricionista

Outra explicação é que, em países onde o inverno é rigoroso e com dias mais curtos, o corpo produz doses extras de melatonina (o hormônio do sono) para compensar a falta de luz. O resultado é que as pessoas se sentem mais sonolentas e seus níveis de atividade diminuem. Com menos energia, o corpo sente mais frio. Como a metabolização dos alimentos gera calor, é natural que o organismo necessite de mais comida para se manter aquecido.

Arte/UOL
Tem uma curiosidade científica? Mande sua pergunta para o UOL com a #CliqueCiência

Além das necessidades físicas, o aumento do apetite também pode estar ligado ao desânimo que algumas pessoas sentem durante os meses de inverno --como se fosse uma leve depressão. Ao ingerir alimentos prazerosos, principalmente ricos em carboidrato, o corpo produzirá mais serotonina, hormônio que fará com que você se sinta feliz.

O problema é que esses alimentos também causam picos de açúcar no sangue, que despencam rapidamente, criando uma montanha-russa de emoções na mente.

Explicando a 'gordice'

A vontade de comer especificamente alimentos ricos em gordura e carboidrato também pode ter origem em nossos ancestrais.

Quando consumimos alimentos que fornecem mais energia, temos mais chance de resistir a longos períodos sem comer. Isso fazia sentido quando a alimentação dependia da caça ou da conservação de frutas e verduras durante o inverno. 

Agora que temos conservantes, geladeira e supermercados, esse processo de sobrevivência traz outras consequências para o corpo...

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos