Pássaros soltam pum? Cientistas fazem banco de dados sobre o peido animal

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

Na natureza, a pergunta "quem soltou pum?" tem uma resposta certa: com certeza não foram os pássaros. Para tirar a dúvida de quais espécies soltam ou não seus gases, biólogos da Inglaterra decidiram criar uma planilha no Google para documentar quais animais peidam

Aparentemente aves e invertebrados marinhos como caranguejos, ostras e mexilhões não parecem ter essa necessidade biológica. Entre os mamíferos listados até o momento, todas soltam gases: macacos, cachorros, gatos, zebras e até os elefantes.

Já sobre as aranhas, os cientistas não têm certeza.

Toda essa história começou em uma conversa no Twitter, segundo o jornal norte-americano "Washington Post". A bióloga Dani Rabaiotti não conseguiu responder a um membro de sua família se cobras soltavam pum. Ela perguntou a David Steen, professor do museu de História Natural no Alabama que costuma fazer postagens sobre cobras. A resposta foi "sim".

Outros biólogos se envolveram na conversa e criaram a hashtag #DoesItFart (#SoltaPum) que se espalhou pela rede social com dúvidas dos leitores sobre o tema.

Resposta em vídeo

Entre as postagens de sucesso na hastag estão do pesquisador conservacionista Chris Pellecchia com um vídeo de uma e iguana demonstrando seu momento íntimo embaixo da água.

 

E para quem acha que esse esforço é digno do prêmio Darwin --que ironiza estudos científicos--, os pesquisadores reforçam que os dados ajudam a entender os hábitos alimentares dos animais e a contribuição deles nas emissões de gás metano.

No caso dos animais marinhos, também é possível estabelecer dados sobre as mudanças químicas dos oceanos.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos