Não é tão simples: estudo acha 287 genes que causam calvície

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

Os cientistas buscam há algum tempo fatores hereditários para a calvície, investigando a associação entre o problema e o código genético do indivíduo. Um recente estudo lança luz sobre quais seriam os genes que levam à perda de cabelo. A notícia, contudo, não é muito animadora para quem busca reverter a condição. De acordo com os pesquisadores, são ao menos 287 genes.

No estudo publicado na revista científica PLOS, pesquisadores da Universidade de Edimburgo analisaram o DNA de mais de 52 mil homens entre 40 e 60 anos. O objetivo era chegar a parâmetros que permitam prever a calvície. Diversos genes foram identificados como causadores da queda de cabelo.

Mas isso não quer dizer que possuir apenas alguns deles já signifique uma sentença de um futuro careca. Isso porque o efeito de um único gene em uma característica complexa do corpo como a perda de cabelos é muito pequena. Por isso, o estudo feito com muitos participantes permite rastrear com maior precisão a participação de cada gene em um conjunto de fatores que determinam a calvície.

Dos homens que participaram do estudo, 16.700 não tinham sofrido queda de cabelo. Outros 12 mil tiveram perda leve. Já 14 mil tiveram perda moderada e 9.800, calvície severa.

Os pesquisadores relacionaram o padrão genético de cada indivíduo com a tendência à calvície. Aqueles que possuíam uma quantidade menor que a média dos 287 genes associados com o problema tinham probabilidade menor de ficarem calvos --apenas 14% desse grupo eram calvos, e 39% não havia perdido cabelo. Já dentre os que possuíam maior quantidade dos 287 genes, 58% tinha calvície de moderada a severa.

Ainda não existe nenhuma técnica, como um exame de sangue, por exemplo, que permita determinar se alguém vai perder os cabelos. 

Quer saber se vai ser calvo? Olhe para a sua mãe

O resultado do estudo contou com mais surpresas, além dos 287 genes identificados com a queda das madeixas. Você quer saber se vai ficar careca? Então para de olhar para a cabeça do seu pai e se preocupe com o genoma da sua mãe.

A influência da mãe na determinação da calvície deve-se ao fato de 40 genes identificados como ligados à queda de cabelos estarem no cromossomo X, que os homens herdam das mulheres que os trazem ao mundo.

A explicação da influência de genes do cromossomo X na perda capilar está na regulação hormonal promovida pelos hormônios sexuais. O fato de as proteínas da estrutura do cabelo interagirem com hormônios sexuais faz com que o cromossomo X, que determina a formação dos testículos nos homens e dos ovários nas mulheres, ter participação no futuro dos cabelos. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos