Clique Ciência: Tímpano pode estourar durante um voo de avião?

Cintia Baio

Colaboração para o UOL

  • Getty Images/iStockphoto

De repente, o ouvido parece estar "entupido" e a audição fica comprometida, começa uma dor. Tais sensações são bastante comuns em voos, principalmente durante o pouso e a decolagem, ao mudar de altitude na estrada (como quando subimos ou descemos a serra) ou em um mergulho no mar.

Isso acontece por conta de um desajuste na "balança" que regula a entrada e saída de ar do ouvido. Mas dá para estourar o tímpano nesse processo?

Entenda como acontece

Funciona assim: toda vez que mudamos de altitude, a pressão atmosférica, ou seja, a pressão do ar ao nosso redor também muda. Enquanto isso, dentro dos ouvidos, temos uma espécie de "compartimento" cheio de ar que é chamado de "orelha média". De regra geral, a pressão atmosférica é sempre equivalente à pressão da orelha média.

Quando acontece uma mudança de altitude, essa balança com pratos iguais muda e a tendência é termos uma pressão negativa sobre a orelha média. É como se um dos pratos pendesse para um dos lados. Para corrigir essa diferença, temos uma estrutura semelhante a um canudo chamada de tuba auditiva que equaliza a pressão de ar entre o ambiente e a orelha média.

Quando subimos ou descemos a serra, por exemplo, pode ocorrer, transitoriamente, uma pressão negativa nos ouvidos, que logo será ajustada pela tuba auditiva. Essa "descompensação" dá a sensação de que estamos com o ouvido entupido.

E pode estourar?

Em 90% dos casos, o tímpano —membrana presente no fundo do canal do ouvido— volta espontaneamente. Mas, em alguns casos, pode ocorrer a perfuração. Até que essa cicatrização ocorra completamente, a audição fica prejudicada, já que essa membrana funciona como um amplificador dos sons que captamos nos ambientes.

Em mergulhos de grandes profundidades pode ocorrer uma lesão mais grave na orelha interna, chamado de barotrauma. Nesses casos, há perda de parte das células da audição e, como consequência, perda de audição e até surdez.sconforto.

Entupiu, o que fazer?

Quando a sensação de "entupimento" acontece, o jeito é tentar ajudar o ouvido a equalizar a entrada e saída de ar. Os velhos truques de bocejar, tomar líquidos, engolir saliva e mastigar chiclete ajudam bastante.

Caso isto não resolva, procure imediatamente o otorrinolaringologista. Em alguns casos, é preciso usar medicamentos para resolver corretamente o problema e evitar danos futuros aos ouvidos e à audição.

Em casos mais extremos e excepcionais, o medicamento por si só pode não ser suficiente, mas ainda assim existe a possibilidade de procedimento cirúrgico para drenar líquidos retidos na orelha média.

Por que entope mais quando estamos gripados?

Quando há congestão nasal, gripes, resfriados, rinites ou qualquer inflamação ou infecção nas vias aéreas superiores, a tuba auditiva não consegue trocar corretamente o ar entre os ouvidos e o ambiente. Isso acontece porque o caminho para a troca está bloqueado, parcial ou completamente, por secreções e inchaço do tecido local.

Por isso, a recomendação para quem vai viajar, mas está resfriado, por exemplo, é aplicar bastante soro fisiológico no nariz para eliminar um pouco das secreções e consultar um médico para que ele indique remédios para minimizar o desconforto.

Fonte: Jeanne Oiticica, especialista em otorrinolaringologia e chefe do grupo de pesquisa em zumbido do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos