Clique Ciência: Água quente elimina todas as bactérias?

Marcelle Souza

Colaboração para o UOL

  • Getty Images/iStockphoto

Usada para limpar mamadeiras, panos de prato e grande aliado na hora de lavar as louças, a água quente tem fama de esterilizar utensílios domésticos. Mas será que ela consegue mesmo matar todas as bactérias? Vale jogar sobre os objetos ou é melhor ferver por alguns minutos?

"Temperaturas acima de 70º C matam muitos microrganismos. No entanto, algumas bactérias produzem esporos, estruturas que ajudam a resistir à alta temperatura", explica o biomédico Roberto Martins Figueiredo, conhecido como "Dr. Bactéria". 

No entanto, Figueiredo ressalta que a maior parte dos microrganismos capazes de causar danos à saúde humana não resiste à fervura.

Entre as bactérias resistentes, estão a Bacillus cereus, a Clostridium botulinum e a Clostridium perfringens, que podem causar vômitos e diarreias. Nesses casos, a melhor maneira de eliminá-las seria utilizar a panela de pressão de 15 a 20 minutos.

Essas bactérias também se reproduzem rapidamente em temperatura ambiente. "Quando estão a menos de 60º C, algumas dobram a cada 5 minutos", diz o especialista.

Getty Images

Louça deveria ser lavada com água quente?

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio, por exemplo, encontrou provas de que algumas bactérias não resistem a temperaturas superiores a 24º C. Por isso, a técnica é recomendada para a limpeza de panos, copos, esponjas, entre outros utensílios de domésticos. É importante lembrar que isso não inclui materiais sensíveis ao calor, como os feitos de plástico.

Para uma limpeza eficaz, não vale só usar a água quente da torneira – que ajuda a derreter a gordura e facilita a limpeza das panelas, mas não é tão eficiente para matar os microrganismos. Isso porque, ela não consegue atingir temperaturas muito elevadas.

Da mesma forma, as toalhinhas quentes e úmidas servidas antes das refeições em restaurantes japoneses, chamadas de Oshibori, não são suficientes para uma boa higienização. "Elas limpam as mãos e o calor elimina gordura, mas nada substitui a lavagem adequada com água e sabonete líquido e a secagem em papel toalha", afirma o especialista.

Segundo do Figueiredo, no caso dos utensílios, o ideal é esperar a água ferver e deixá-los em ebulição por no mínimo 5 minutos antes de desligar o fogo. "Isso serve para todos os objetos de cozinha que resistem a altas temperaturas. No entanto, trata-se de um meio caro, pois manter a água a altas temperaturas é muito dispendioso. Existem meios mais baratos, como desinfetantes químicos", afirma.

Outra opção são as máquinas de lavar louças, especialmente quando a água utilizada atingir 70ºC.

Depois de fervido ou lavado na máquina, é importante deixar o objeto esfriar e não esperar muito tempo retirá-lo da água.

Pode deixar na água?

Depois de duas horas, a água passa a ter o efeito contrário: as bactérias que resistiram às altas temperaturas começam a se multiplicar em temperaturas abaixo dos 60ºC.

Para evitar que isso aconteça, o ideal é deixar os objetos secarem à temperatura ambiente. Se isso não for possível, a segunda melhor opção, de acordo com o especialista, são os papéis descartáveis. Panos de algodão devem ser usados apenas se estiverem secos e não tiverem sido utilizados antes para outras finalidades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos