Mulher contrai bactéria que come carne humana após se machucar com camarão

Colaboração para o UOL

  • Reprodução

    Glenda Sessions se machucou com camarão vivo que usava como isca para pescaria

    Glenda Sessions se machucou com camarão vivo que usava como isca para pescaria

Glenda Sessions, moradora da cidade de Petal, nos Estados Unidos, pescava no último dia 19 de junho quando teve uma desagradável e perigosa surpresa. Ela se machucou em contato com um camarão vivo que usava como isca para a pescaria. Poucas horas depois, teve que ser levada ao hospital para uma cirurgia de emergência.

Os Estados Unidos já registraram mortes provocadas pela bactéria, que vive na água do mar e devora carne humana. Na Flórida, três pessoas morreram por causa da bactéria Vibrio Vulnificus entre os anos de 2013 e 2014.

"Minha mão começou a coçar muito e gerou uma hematoma, mas pensei que este hematoma era por causa do meu arranhão", disse Glenda ao site Khou.com.

Glenda continuou a pescaria durante a tarde. À noite, saiu para jantar, mas quando foi dormir, não estava se sentindo bem. Ela acordou durante a madrugada com dor de cabeça, náusea e calafrios.

"Eu tinha esse enorme ponto preto na minha mão, e um inchaço realmente grande", lembrou Glenda. "Eu estava com frio. Muito, muito frio. Sabia que nada iria me ajudar a melhorar".

Por isso, Glenda pediu ao seu marido para levá-la para um hospital em Alabama, que fica a duas horas de onde eles moram. "Estava extremamente nervoso e com medo de não ser coisa boa", lembrou o marido.

Reprodução
Ferida na mão de Glenda Sessions, que contraiu bactéria extremamente agressiva

Quando Glenda e o marido chegaram à sala de emergência do hospital, ela foi avisada que havia contraído uma bactéria extremamente agressiva.

"Cerca de quatro horas depois de chegarmos ao hospital, o médico disse: Não a coloque no quarto, leve-a para a sala de operações", relembrou Rodney. "Tinha progredido em inchaço e bolhas. Quando chegou à sala de operações, o inchaço já tinha se prolongado até o pulso dela".

Glenda foi operada pela primeira vez naquela mesma manhã. Desde então, foi feita uma segunda cirurgia para limpar sua ferida, e uma cirurgia reconstrutiva em sua mão. O casal descobriu dos médicos que Glenda tinha sido infectada com Vibrio Vulnificus - uma bactéria que vive em ambientes marinhos e está relacionada com a bactéria da cólera.

Os sintomas da Vibrio incluem vômitos, dor abdominal, calafrios, febre e lesões cutâneas. Em alguém com um sistema imunológico comprometido, as bactérias podem infectar a corrente sanguínea e resultar até em morte. Para todos os casos, é importante iniciar o tratamento imediatamente, porque os primeiros cuidados médicos e antibióticos colaboram para a sobrevivência da pessoa infectada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos