Bebê de 18 dias contrai vírus letal após receber beijo e morre nos EUA

Matheus Collaço

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Facebook

    Bebê de 18 dias morreu em hospital dos Estados Unidos após contrair vírus

    Bebê de 18 dias morreu em hospital dos Estados Unidos após contrair vírus

Uma história com detalhes dramáticos terminou da pior maneira possível nesta terça-feira (18) na cidade de Iowa City, nos Estados Unidos. Com apenas 18 dias de vida, a pequena Mariana Reese Sifrit morreu no hospital Blank Children's após contrair meningite. E tudo por causa de um beijo que a criança recebeu.

De acordo com a imprensa norte-americana, os médicos que atenderam a filha de Nicole Sifrit apontaram que a recém-nascida foi infectada por algum parente que estava com herpes e a beijou. Então, quando Mariana levou a mão à boca, acabou contraindo o vírus.

Ao UOL, a neuropediatra Régia Gasparetto explica que o caso deveria ser tratado como uma encefalite, que acontece quando a inflamação se dá em todo o encéfalo - e não apenas na meninge. Além disso, ela afirmou que este tipo de situação é muito grave, especialmente em bebês, e que acontece com certa frequência.

"É um vírus que pode levar a morte, sim. Provavelmente ela ainda não havia recebido todas as vacinas, o que facilitou ainda mais a transmissão. Então, qualquer contato, não precisa nem ter sido um beijo precisamente, pode ter acarretado isso. Ela pode, inclusive, ter apenas respirado muito próximo a alguém que estava doente e acabou infectada. Tudo acabou sendo favorável para que acontecesse um desfecho trágico", afirmou.

Nascida no último dia 1º de julho, a bebê estava saudável quando chegou em casa após nascer. Porém, uma semana depois, ela começou a apresentar sinais de que algo estava errado, quando parou de comer e passou a ter dificuldade de se manter consciente.

No hospital, os médicos confirmaram que a recém-nascida havia contraído uma forma altamente letal de meningite. Os pais de Mariana até chegaram a realizar exames, mas testaram negativo para o vírus. "Foi horrível", disse Nicole ao site WQAD. "Em algumas horas, ela parou de respirar e todos os seus órgãos começaram a falhar".

Em sua página no Facebook, a mãe deixou um triste comunicado sobre a morte do bebê: "Nossa princesa Mariana Reese Sifrit ganhou suas asinhas de anjo nesta manhã. Ela estava no colo do papai, com a mamãe ao seu lado. Em apenas 18 dias, ela transformou as nossas vidas. Esperamos agora que a história dela possa salvar outros bebês".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos