Pesquisadores brasileiros estudam raro caso de morcegos gêmeos siameses

Do UOL, em São Paulo

  • UFRRJ

    Morcegos unidos

    Morcegos unidos

A imagem assusta e parece até uma montagem, mas não é. Esses morcegos gêmeos siameses unidos por um único tronco foram descobertos embaixo de uma mangueira na cidade de Viana, no Espírito Santo, em 2001, mas só agora estudados por pesquisadores da UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro), que tentam desvendar esse fenômeno incomum. 

UFRRJ
Este é apenas o terceiro caso relatado pela literatura científica de morcegos siameses
Este é apenas o terceiro caso relatado pela literatura científica de morcegos siameses. O primeiro deles foi em 1969 e o outro em 2015. A nova descoberta, no entanto, resultou na publicação de um artigo na revista científica "Anatomia, Histologia e Embriologia".  

A anomalia raramente relatada em mamíferos selvagens, segundo os cientistas, pode ser justificada pela separação tardia do ovo fertilizado. "Se um ovo se separar em quatro ou cinco dias após a fertilização, dois gêmeos idênticos separados se formarão. Mas, se a divisão não ocorrer até o 15º dia após a fertilização, o ovo fertilizado só se separará parcialmente e os gêmeos serão unidos", aponta o estudo. 

UFRRJ
Os raios-X revelaram que as espinhas dos gêmeos formam um "Y", com duas colunas se unindo a parte inferior das costas

Ainda que os pesquisadores não estavam presentes quando o morcego foi descoberto, acredita-se que os morcegos tenham morrido logo após nascerem, pois ainda tinha a placenta presa ao corpo, como mostrou os raios-X e o ultrassom realizados nos gêmeos identificados como sendo do gênero Artibeus

Os exames mostraram ainda que as duas cabeças dos irmãos gêmeos eram ligadas a duas colunas vertebrais, dois corações de tamanhos idênticos e aparentemente separados, mas a uma única região lombar. Razão que justifica o tórax dos morcegos serem maior do que o normal. Já os membros superiores e inferiores se mostraram semelhantes a de outros da espécie.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos