Como é o lançamento de uma nave espacial? Fotógrafo mostra cada detalhe

Do UOL, em São Paulo

Por mais de uma década, o fotógrafo Shamil Zhumatov acompanhou bem de perto o lançamento de naves espaciais do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão. Com a câmera na mão, ele já pode presenciar a cena dezenas de vezes. Mas, a sua mais recente experiência ganhou um sentido especial.

Foi no dia 28 de julho, quando a nave espacial Soyuz transportou os astronautas Randy Bresnik (EUA) e Paolo Nespoli (Itália), além do cosmonauta russo Sergey Ryazanskiy, para a ISS (Estação Espacial Internacional).

"A maioria dos lançamentos recentes ocorreram durante o dia, mas este último foi especial. Aconteceu bem na passagem entre o dia e a noite, cerca de 20 minutos após o pôr do sol", disse Shamil à agência de notícias Reuters.

O chão, como ele descreve, já estava escuro, mas as camadas superiores da atmosfera ainda estavam iluminadas pelo sol. "O que criou um contraste incomum e dificuldades técnicas adicionais."

Shamil Zhumatov/Reuters

Os fotógrafos não têm escolha de localização em Baikonur - todos disparam da mesma posição, a cerca de 1 km da plataforma de lançamento. Somente câmeras controladas remotamente podem disparar de distâncias mais próximas.

Depois que o foguete parte, os fotógrafos continuam rastreando-o até desaparecer da vista. Após poucos minutos de voo, o foguete solta seus quatro impulsionadores à medida que ficam vazios.

Durante o dia, esses impulsionadores só podem ser vistos como quatro pequenos pontos. Mas, em 28 de julho, a iluminação incomum fez a trilha de condensação da Soyuz --nuvens formadas pelo escape do motor-- brilharem de uma maneira diferente, tornando-os mais visíveis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos