Conheça um dos vulcões mais ativos do mundo por dentro em tour virtual

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Expedição realizada em 2016 se transformou em um passeio virtual

    Expedição realizada em 2016 se transformou em um passeio virtual

Que tal fazer um tour por dentro de um dos vulcões mais ativos do mundo? Não há riscos de queimaduras nem mesmo de asfixias ou intoxicações. É possível inclusive desfrutar de uma maravilhosa vista sem ter que enfrentar o escaldante calor dos lagos de lavas. 

Trata-se de um passeio virtual a uma expedição no vulcão Masaya, na Nicarágua, realizada em 2016. Clique aqui e boa viagem! 

Os expedicionários criaram a primeira tirolesa do mundo em um vulcão ativo, o que permitiu mergulhar 365 metros em uma enorme lagoa de lava onde as temperaturas excedem os 1.000ºC.

Além de imagens dessa inusitada expedição (que por sinal são belíssimas), é possível encontrar informações sobre o vulcão, sobre a cidade em que está localizado, bem como sobre os procedimentos técnicos usados pelos pesquisadores. As informações estão em inglês, mas, mesmo quem não sabe o idioma poderá aproveitar o passeio, que é bastante intuitivo. 

Reprodução
O vulcão de 600 metros entrou em erupção em 2008.

Turistas enfrentam cheiro de enxofre para tirar selfies em vulcão ativo

 

Localizado a 19 km ao sul da capital nicaraguense (Manágua) --que possui 2,2 milhões de habitantes--, o vulcão de 600 metros tem provocado incessantemente vapores nocivos de dióxido de enxofre desde que entrou em erupção em 2008.

Foram instalados sensores sem fio em dez pontos estratégicos do vulcão capazes de coletar a pressão, os tremores, os níveis de umidade, entre outros dados. A tecnologia, segundo os pesquisadores, vai ajudar a prever os próximos movimentos de um dos vulcões mais ativos do mundo.

"O objetivo deste projeto é mitigar seu risco potencial e proporcionar às pessoas um melhor senso do que está acontecendo", ressaltou Sam Cossman, explorador e líder da expedição.

Há atualmente 1.571 vulcões ativos pelo mundo, que, segundo os pesquisadores, desempenham um papel crucial na formação do planeta, mas representam uma ameaça potencial a 800 milhões de pessoas. 

Reprodução
Os pesquisadores desceram 365 metros do vulcão, próximo a uma enorme lagoa de lava onde as temperaturas excedem os 1.000 ºC

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos