Geek

Onde estaria a galáxia muito distante de Star Wars? Astrônomos respondem

Fernando Cymbaluk

Do UOL, em São Paulo

Numa galáxia muito, muito distante, um mistério atravessou as eras da queda da República e da ascensão do Império galáctico sem nunca ter sido revelado --nem mesmo por um cavaleiro Jedi. Onde exatamente está essa galáxia de Star Wars (Guerra nas Estrelas)?

Ao menos na saga criada pelo cineasta George Lucas, e nos filmes subsequentes feitos pela Disney, não há nenhuma referência sobre a distância ou a localização dessa galáxia com relação à Terra ou à Via Láctea. Os fãs da série nunca souberam em qual direção poderiam viajar para estabelecer a "ponte espacial" entre nosso planeta e os mundos de Chewbacca, R2D2, C-3PO e Jar Jar Binks. 

"[A Via Láctea] nem é mencionada nominalmente. Star Wars é essencialmente um conto de fadas espacial", diz Naelton Mendes de Araújo, astrônomo do Planetário do Rio de Janeiro e fã de Guerra nas Estrelas. 

Resta, então, traçar paralelos com o que a ciência conhece até hoje. Um lugar muito, muito distante poderia ser vizinho da Via Láctea. Afinal, a galáxia mais próxima da nossa, a Grande Nuvem de Magalhães, está a uma boa distância. Mais precisamente, a 163 mil anos-luz -- o equivalente ao que é percorrido por uma nave que viajasse na velocidade da luz por 163 mil anos. Lembrando que nada viaja mais rápido do que a luz.

Leia também

Essa galáxia muito, muito distante também poderia ser a mais distante que um telescópio já conseguiu visualizar. Como explica Araújo, o telescópio Hubble localizou, em março de 2016, a mais distante galáxia conhecida no universo observável. Trata-se da GN-z11, situada na direção da constelação de Ursa Maior a cerca de 11 redshifts de distância – medida que indica algo próximo ao que é percorrido pela luz em 13,4 bilhões de anos.

Galáxia de Star Wars:

Ao falarmos em distância de uma galáxia, também nos referimos à sua idade. A luz das estrelas que vemos no céu demorou anos viajando no espaço até chegar aos nossos olhos. "Quando olhamos qualquer coisa distante, estamos olhando para trás no tempo", explica o astrofísico Gustavo Rojas, da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). E como dizem casais apaixonados admirando o céu, uma estrelinha brilhante pode já não existir mais.

O Universo tem cerca de 14 bilhões de anos. As ondas de luz da GN-z11 captadas pelo Hubble foram emitidas há 13,4 bilhões, indicando a idade da galáxia. Mas essa só seria a distância que ela está da Terra se tudo no Universo estivesse parado. E, como sabemos, tudo no Universo se move em velocidades muito altas. Estima-se que GN-z11 esteja, na realidade, a 32 bilhões de anos-luz da Terra.

Isso significa que existem galáxias mais distantes do que as que conseguimos observar? Sim, e muito, muito distantes mesmo. "O Universo se expandiu muito rapidamente após o Big Bang", diz Rojas.

Para se ter uma ideia, se Han Solo tivesse levado a princesa Leia para um passeio romântico em GN-z11, o casal poderia ter namorado observando galáxias muito mais distantes em outras direções. "O Universo é muito maior do que 14 bilhões de anos-luz", afirma o astrofísico. Pena que Solo tenha preferido paquerar a princesa em Endor, a lua de florestas tão parecida com a Terra, que já conhecemos bem.

E se a galáxia de Star Wars fosse mesmo a mais distante possível, localizada na borda do Universo? A qual distância da Terra estaria? Segundo Rojas, o diâmetro do Universo poderia chegar a hipotéticos 70 bilhões de anos-luz. "Mas não sabemos nem mesmo qual é a forma do Universo", diz. Teoricamente, ele não tem bordas e é homogêneo e isotrópico, ou seja, o mesmo em todas as direções. "Nunca vamos saber quais são as galáxias mais distantes", completa o cientista.

Galáxias do Universo estão na mesma "faixa etária"

Não podemos saber onde a galáxia de Star Wars está. Mas dá para ter ideia de qual é a sua idade. Ela não se formou muito no início do Universo, quando não havia condições para isso. "Mas é antiga o suficiente para ter uma variedade de mundos, com formas de vida complexas", diz Rojas.

A via Láctea é um bom parâmetro para comparação. Ela é uma senhora galáxia. Possui idade estimada entre 13,7 e 13,2 bilhões de anos e cerca de 120 mil anos-luz de diâmetro. A galáxia de Star Wars possui características semelhantes. Tem 100 mil anos-luz de diâmetro, é também uma galáxia espiral e referências de Star Wars indicam idade de cerca de 13 bilhões de anos.

Tal semelhança de idade não é mera coincidência. "As galáxias são próximas em idade, com cerca de 13 bilhões de anos", explica Rojas. Isso porque a maioria delas se formou na mesma época, cerca de 1 bilhão de anos após o Big Bang. Antes disso, o Universo era muito quente.

Via Láctea:

Mesmo dentro da Via Láctea encontramos anciões do espaço, como estrelas de 13 bilhões de anos, segundo o astrofísico. "Isso era um problema na cosmologia e gerava o paradoxo da idade. Quando não se sabia de forma mais precisa a idade do Universo, os telescópios encontravam estrelas com idade maior que a do próprio Universo", diz Rojas.

Muitos dos telescópios gigantes que estão sendo projetados, como o James Webb e o ELT (Extremely Large Telescope), têm como objetivo encontrar as galáxias mais distantes e mais antigas. Por enquanto, os registros mais velhos do Universo, as radiações cósmicas de fundo, detectadas pela sonda Planck, são de apenas 380 mil anos após o Big Bang. Mas trata-se de mero calor do próprio Big Bang.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos